José António Garcia quer descentralizar reuniões da Assembleia Municipal

O candidato do PPD/PSD à presidência da Assembleia Municipal da Ribeira Grande, José António Garcia, pretende descentralizar as reuniões do órgão municipal nas respetivas freguesias do concelho ribeiragrandense.

“Queremos trabalhar para que a Assembleia Municipal seja um fórum construtivo do debate de ideias, mas também de projetos e de futuro para a nossa Ribeira Grande. Que seja um espaço no qual todos possam intervir, mas no qual também todos se respeitem mutuamente e respeitem aqueles que representam”, realçou José António Garcia.

A lista para a Assembleia Municipal apresenta uma média de idades de 45 anos e uma renovação de 65%, sendo que mais de metade dos candidatos são independentes

Além de querer levar as reuniões da Assembleia às freguesias ribeiragrandenses e de promover o contato direto com as populações em visitas às mesmas, o candidato do PPD/PSD propõe dar a conhecer aos mais jovens a realidade dos órgãos do governo municipal através da realização de contatos dos representantes da Assembleia em articulação com os estabelecimentos de ensino do concelho.

José António Garcia pretende ainda socorrer-se da página web da Assembleia Municipal para promover a comunicação entre este órgão e os ribeiragrandenses com possibilidade de, através de formulários on-line, os munícipes poderem fazer reclamações, sugestões e exposições quer ao presidente quer aos restantes membros.

Sugere ainda dinamizar a utilização dos meios de comunicação digital para a divulgação e transmissão das respetivas sessões do órgão municipal.

Vencer com maioria a Assembleia Municipal, com os candidatos do PPD/PSD, é o objetivo de Garcia.

“Entendo que é essencial para o nosso Concelho manter o rumo de dinamismo, desenvolvimento e preocupação social que o projeto do Alexandre Gaudêncio e da sua equipa oferece hoje à Ribeira Grande”, destacou José António Garcia, afirmando ainda que caso seja eleito fará do órgão de governação municipal “um espaço nobre e preferencial do exercício da democracia”.